segunda-feira, dezembro 31, 2007

Viva 2008!

Num ano, coisa tão breve e passageira, tanta coisa muda. Coisas que pareciam para sempre e se esfumaram, coisas que pareciam impossíveis e hoje são naturais, coisas que iam acontecer e afinal...
Mas nem tudo muda. Nem todas as ilusões se desvanecem, nem todas as alegrias são breves, nem todas as euforias se revelam infundadas. O amor pelo SPORTING, esse, não tem fim e permanece, ano após ano, íntegro, bem no centro da nossa alma. Obrigado, SPORTING. Viva 2008!

quinta-feira, dezembro 27, 2007

Dispensas

Seguindo a tradição de aproveitar a quadra do fim do ano para atirar fora tudo o que não presta, o Atlético de Carnide começa a tentar desfazer-se da fancaria que tem no plantel. Um dos dispensados é Fábio Coentrão, o jovem promissor cujo confessado sportinguismo picou o sr. Vieira, que não resistiu a contratá-lo só para fazer pirraça ao SPORTING. Perante a vertigem do cifrão, o rapaz vendeu a alma ao diabo e assinou pela escumalha. Os efeitos foram imediatos: passou a comportar-se como um desordeiro, foi expulso de jogos e até de treinos e ajudou a afundar o Rio Ave. Nunca mais jogou nada. O benfiquismo subiu-lhe à cabeça na perfeição. Agora, depois de seis meses a aboborar no Seixal, vai recambiado para a Madeira, para o sr. Alves ajudar a pagar o salário que não deve ser nada baixo. Outro fenómeno do futebol a receber guia de marcha é o chinês que até comia como o Eusébio. Este, vai para o Aves. Lá vai a pobre da Leonor Pinhão ter de estar todas as segundas-feiras a ver os resultados da segunda divisão, sempre na esperança do seu Dabao marcar um golito...

Engano...

As declarações de Liedson no Brasil fizeram, como é óbvio, as delícias do ex-jornal "A Bola". Parangonas na 1ª página: Liedson vira problema. Até pensei que era uma entrevista com o Luisão...

domingo, dezembro 23, 2007

VUKCEVIC - LEÃO DE MUITA "RAÇA"

No rescaldo das duas vitórias consecutivas do NQSPORTING, contra o Marítimo no Funchal e contra o Paços de Ferreira em Alvalade, ambas por 2 a 1, foi unânime o reconhecimento de VUKCEVIC como pedra determinante na conquista destes resultados.
De facto o jogador montenegrino esteve na base dos quatro golos que valeram os seis preciosos pontos. Mas se tal facto foi importante e decisivo, o que, porém, há que reter como mais relevante é a atitude do nosso atleta, evidenciada por uma entrega e empenho sem reservas, que tem que constituir uma das matrizes da nossa equipa.

Para além disso, é justo salientar a “raça” que pôs em duas situações fundamentais – exactamente a dos segundos golos de qualquer dos jogos, que selaram a reviravolta e garantiram as vitórias.
No Funchal, VUKCEVIC, com a defesa do Marítimo em cima, recebe a bola de costas para a baliza, rodopia ao mesmo tempo que sofre um toque, sustenta o embate, progride e remata para o golo.
Contra o Paços de Ferreira, depois de primorosamente isolado por Romagnoli, sofre, dentro da área, uma evidente falta dum defesa adversário, oscila mas não cai, até ser grosseiramente abalroado pelo guarda-redes contrário, dando origem ao penalty cuja transformação conduziu à vitória. Aliás, este lance é paradigmático, já que ao começar por sofrer a primeira falta poderia naturalmente ter caído, dando logo origem ao penalty. Ao invés, resistiu com valentia e lealdade à carga sofrida e progrediu para a baliza em busca do golo.

Em qualquer destes dois lances decisivos VUKCEVIC, se foi um leal adversário ao jogar limpo e não tentando qualquer tipo de batota, foi sobretudo um leão de “muita raça”, à medida do que deve ser o NQSPORTING !!!

Bela sobremesa

O almoço comemorativo do 1º aniversário do NQC71 valeu pela deliciosa sobremesa que foi servida. Quatro batatas ao inimigo em futsal souberam que nem ginjas. O esmagamento do Benfica, seja em que modalidade for, é sempre um espectáculo edificante. Até porque ninguém merece tanto perder como aqueles que são incapazes de aceitar a derrota e de reconhecer a superioridade do adversário. Ontem, para não variar, assim foi. Segundo um responsável encarnado, perderam por culpa do pavilhão, que não tem condições. Quem não tem condições para entender o ideal desportivo é o benfiquismo. Hoje, o ex-jornal "A Bola", folha de propaganda ao serviço do sr. Vieira, perde a cabeça e titula: Benfica quer a desforra. Nova guerra já no sábado. Não há nada a fazer. A falta de categoria e os maus instintos fazem parte do código genético do Benfica.

sexta-feira, dezembro 21, 2007

Um escândalo

Paulo Bento foi castigado apenas por ter afirmado que há falta de vergonha dos árbitros e de quem dirige a arbitragem. É um escândalo que alguém possa ser castigado por isto. É a liberdade de expressão que está em jogo. Paulo Bento não chamou aos árbitros ladrões, gatunos, assaltantes, vendidos ou corruptos. Limitou-se a dizer que não têm vergonha. O que, para além de ser verdade, não ofende ninguém ou, pelo menos, não pode ofender numa medida que justifique tapar a boca a alguém. O certo é que, amanhã, o treinador estará na bancada. Razão tinha o sr. Vieira - vale mais garantir lugares na Liga do que comprar jogadores...

Um caso de polícia II

Parece que ontem à noite nas bancadas da Luz a polícia carregou sobre os adeptos. Estes, ao menos, levaram as boas festas...

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Um caso de polícia

Há uns anos, só para o SPORTING não exercer o direito de preferência, o Benfica deu uma fortuna pelo Nuno Assis. Ficou a pagar-lhe um ordenado milionário e o pseudo-craque não joga nada, só se tendo notabilizado por um controlo anti-doping positivo. O sr. Vieira anda morto por se ver livre do rapaz, mas ninguém lhe pega. Ontem à tarde, em Telheiras, o valoroso atleta foi vítima de um caso de carjacking. Ou seja, nem os ladrões o quiseram levar...

Grande momento

Grande momento para a arbitragem portuguesa. Os prestigiados juízes do futebol indígena, capitaneados pelo sr. Pereira, estão de volta às mais importantes competições futebolísticas internacionais. A UEFA acaba de anunciar os árbitros que apitarão na fase final do EURO. Da lista, consta em lugar de grande destaque o castiço do Olegário Benquerença, essa sinistra personagem que há dois anos nos palmou a qualificação para a final da Taça. Foi escolhido, vejam a confiança que as altas instâncias nele depositam, para a difícil tarefa de 4º árbitro. É um regresso em glória!

Preparativos...

Prosseguem em grande ritmo as inscrições para o almoço de 1º aniversário do NQC71! Vamos ter festa rija. A vaga de fundo é tal que até dois adeptos do inimigo se sentarão à mesa. A comissão organizadora decidiu, numa manifestação ecuménica, dirigir dois convites especiais: ao NQAmigo António Matos, já com uma vasta experiência de convívio em meios leoninos (no 10º aniversário da sagrada data, fez de "um"), e ao NQAmigo Jorge Oliveira, figura grada do voluntariado social (tem um deficiente motor a seu cargo), homem de esperança, que rubricou inesquecível exibição em Manchester...
O programa é aliciante: cozidinho à portuguesa com todos os matadores (a presença de AM já foi comunicada à cozinha) e, ao fim da tarde, carregadinhos de esperança, lá rumaremos à última missa do ano...

segunda-feira, dezembro 17, 2007

Um que não é parvo...

César Delgado deu hoje uma conferência de imprensa em que deu a entender que não quer vir para o Benfica. Aí está um que não é parvo...

Parabéns NQC71!

Após um ano de luta pelo Sporting e sempre pela Verdade - Parabéns NQC71.

As comemorações desta incomensurável efeméride terão início na Quinta-Feira, pelas 20,00 horas, com uma Monumental Garraiada de Natal, a realizar na Esterqueira da Luz, durante a qual poderemos certamente assistir às chicuelinas dos garraios da Amadora sobre a suinagem rosa de Carnide – a não perder!

Sábado dia 22 de Dezembro, pelas 14,00 horas - "Almoço NQC Primeiro Aniversário / Natalício & de Assalto ao 2º Lugar da Liga" (pela tarde dentro, com romagem directa a Alvalade), a realizar no Restaurante Painel de Alcântara (sito na Rua do Arco n.ºs 7 a 13, Alcântara, Lisboa).

Estamos perante um verdadeiro imperativo de presença – até para aqueles que sofrem com as denominadas “Obssessions” de espaço …

Viva o Sporting Clube de Portugal – Viva o NQC71

SUGESTÃO

Consta por aí que "eles" querem mudar de emblema.

Sempre com espírito construtivo, aqui fica uma primeira sugestão - será chegada a altura de poupar a nobre águia, superdimensionada para quem representa e, finalmente, pôr lá uma galinha, simbolo muito mais à medida... é que também tem asas mas não voa... ainda que sempre ponha uns ovitos e se depene com mais facilidade...
Que me desculpem os galináceos........

domingo, dezembro 16, 2007

OUTRA PERGUNTINHA

Que raio de treinador é esse que diz que não soube dar motivação à sua equipa ???????
Afinal o que é que ele é "lá"???????

Adenda a convocatória

Com NQAmigo MaGeu fechado e o NQAmigo PB envolvido em almoço prolongado, concentração na Nova Lisboa, às 18,00 horas. Após lanche à base de tostas mistas e de uns deliciosos pastelinhos de nata a lembrar os de Belém, seguiremos para o Portela XXI, em caravana e com buzinão. PB admite ainda ir à Nova Lisboa - mas, se não se despachar a tempo, garante estar em casa entre as 19h43m e as 19h46m (já tem lembrete!), tudo dependendo dos semáforos da Encarnação. Saindo da Nova Lisboa o mais tardar às 19h23m15s, para o que deverá ser pedida a conta até às 19h17m35s, chegaremos a tempo! Recuperação, aí vamos nós!

Uma perguntinha

Sigo atentamente as novidades do futebol pela comunicação social, mas não estou a perceber bem uma coisa: quem é que está a fazer uma época miserável?

Uma festa de Natal

Estamos no tempo das festas de Natal. Ontem foi a do Benfica. E não foi uma festa qualquer. O maior clube do mundo não se podia ficar por uma corriqueira ida ao circo, ou pela organização de um jantarito. Num programa à medida da sua grandeza planetária, a instituição foi festejar o Natal directamente a Belém. E foi Jesus que lhe deu a prendinha...

CONVOCATÓRIA

Após a "depenagem" dos galináceos no "churrasco" do Restelo, ganha redobrada importância o embate do NQSPORTING na sua deslocação à Madeira.
Todos ao Portela XXI para seguir o jogo com o Maritimo !!!!

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Um ano

Falou-se na quarta-feira passada da comemoração que é devida do primeiro aniversário do NQC71, que hoje mesmo, data sagrada, se comemora. A ideia mais consensual pareceu ser a de um almoço no dia 22, antes do jogo com o Paços de Ferreira, recolhendo o NQAmigo Henrique do "Galito" a preferência generalizada. Estão de acordo?

O paraíso

Não são muitos os momentos em que a vida nos dá a noção de que tudo está no seu devido lugar. Passa-se muito tempo sem que tenhamos essa sensação inigualável da satisfação plena, sem que se desenrole perante o nosso olhar o melhor dos mundos, sem que se sinta o deleite de alcançar o nunca sonhado. Faz hoje vinte e um anos, numa tarde cinzenta mas tão luminosa, o mundo decidiu ser perfeito. No mágico dia 14 de Dezembro de 1986 o sempre tão caprichoso e imprevisível destino revelou-se superiormente justo e, para além do mais, mostrou o seu bom gosto... Na altura em que o nosso maior de sempre, Manuel José Tavares Fernandes de seu nome, símbolo máximo do leão, camisola 9 colada ao peito, marcou o sétimo, os mortais, ao menos por um instante, ficaram a saber como é o paraíso.
Salvé, 14 de Dezembro! Viva o nosso muito querido SPORTING!

quarta-feira, dezembro 12, 2007

Operação Dínamo de Kiev

Para a última jornada da Liga dos Campeões, esperamos, para além dos carcanhóis correspondentes à vitória, uma boa exibição e a reconciliação da equipa com os adeptos mais exaltados. Temos muitos desafios difíceis pela frente e só unidos poderemos manter esperança de os ultrapassar. Concentração NQC71, em vésperas de aniversário, no Pomar de Alvalade (um regresso), a partir das 17,30 horas. Coxos e não coxos, todos deveremos comparecer! Viva o SPORTING!

terça-feira, dezembro 11, 2007

RUI PATRÍCIO, LEÃO DE CARÁCTER QUE "CRESCE" COMO GUARDA-REDES...

Pessoa absolutamente imparcial e que muito prezo – é, aliás, adepta do Belenenses - regressada de Paris, contou-me que na noite de 6ª feira passada, assistiu num dos canais da televisão francesa a um programa desportivo tipo magazinesco, participado por gente ligada ao desporto, entre os quais Domenech, treinador de futebol da selecção de França.


Numa das rúbricas do referido programa passaram os “frangos” da semana, entre os quais o do nosso Rui Patrício, no jogo com a União de Leiria. E se os referidos lances foram alvo de todo o tipo de comentários mais ou menos jocosos ou depreciativos – o que, aliás, é natural naquelas circunstâncias – a verdade é que a intervenção do guarda-redes do NQSPORTING foi, além disso, alvo duma apreciação suplementar de um dos comentadores, que chamou a atenção para a atitude do jogador leonino que, sendo um jovem, de imediato, assumiu sem hesitações a culpa do lance, penitenciando-se, por gestos, perante colegas e adeptos, evidenciando assim o seu carácter.

O mesmo comentador sublinhou também a reacção da massa associativa do SPORTING, que não deixou de consolar o seu atleta, tributando-lhe um grande aplauso.

São analises destas, desapaixonadas e imparciais, distanciadas de interesses imediatos e mesquinhos relacionados com certas “instituições”, que nos permitem ter orgulho na acção desenvolvida na Academia de Alcochete, onde a formação dos atletas também como HOMENS é, de facto, uma preocupação nuclear.

Que o facto que relatei sirva também de incentivo para Rui Patrício, de quem todos nós muito esperamos e que, ao afirmar-se como homem de carácter, continuará a crescer como grande guarda-redes que já é !

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Bravo, professor!...

O fim-de-semana fica assinalado pela espectacular vitória do andebol sobre o Benfica por 26-19, eliminando o clube da galinha da Taça da Liga. Parabéns ao NQAmigo, Prof. José Tomaz, um homem do NQC71 desde a 1ª hora. Bravo, professor!...

sábado, dezembro 08, 2007

Um lamento

Acompanhei de perto os primeiros anos da Juventude Leonina, pioneira das claques de futebol em Portugal. Quando, há muitos anos, o grande Vitinha, o maior adepto do SPORTING que conheci, foi homenageado nas Noites Verdes da Batalha, recebendo o galardão de sócio do ano, fui eu que falei dele ao Bernardes Dinis. Conhecia também os manos Rocha, João e Gonçalo, dois sportinguistas de mão cheia. É, por isso, com uma enorme mágoa que sei das figuras tristes que alguns membros da claque fizeram hoje em Alvalade, num registo que só agrada aos inimigos do SPORTING. É preciso dizer com clareza que quem hoje apupou e insultou os jogadores e os dirigentes do SPORTING não representa o Clube, nem o sentir da esmagadora maioria dos seus adeptos. A resposta que levaram quando, em pleno jogo, insultaram o Presidente, foi esclarecedora. Para cúmulo, à saída, decidiram "chatear" esse exemplo de sportinguismo dentro do campo que é o João Moutinho. O pecado do nosso querido capitão terá consistido em confessar que, em criança, foi do Benfica. Que ridículo! E o Sá Pinto, a quem hoje, e bem, a Juve deu força, por ter perdido o pai, não era do Porto? Lamento profundamente que a claque que teve o Vitinha como sócio nº 2 faça hoje figuras destas, para gáudio de quem nos quer destruir. O SPORTING merece mais...

Resultado

O SPORTING iniciou hoje a sua participação na Taça de Portugal desta época. O resultado da partida desta tarde foi: SPORTING-4, Rui Santos, Carlos Martins, Carlos Queirós, assobios à equipa e insultos aos dirigentes-0.

Pergunta

O sr. Martins da tão oportuna entrevista da loiça partida é aquele mesmo rapaz do jogo no Restelo da época passada, não é?

Prece

Depois de uma semana de autofagia, a que tinha de se juntar a exclusão de Liedson, àqueles que amam o SPORTING só resta respirar fundo e esperar que os deuses se lembrem de nós.

Louletano

Atendendo à hora do jogo, proponho terceira parte em vez de primeira. Cada um se encaminha por si para o local sagrado e, a seguir à função, concentração junto à placa do Joaquim Agostinho. O NQAmigo Mário Simões, também conhecido pelo "leão da Charneca", tem a organização do evento subsequente ao jogo a seu cargo. É garantia de elevada qualidade!...

sexta-feira, dezembro 07, 2007

A ONDA DE LESÕES CONTINUA...

O infortúnio continua a perseguir-nos...
Mais uma grave baixa, desta vez no plantel do NQC71.
Depois do NQRui Fernandes, a vítima foi agora o NQAmigo Pedro Lopes de Almeida, certamente alvo duma entrada devastadora dum energúmeno “lampião”, que só à cacetada inviabilizou uma sua perigosíssima incursão pelo flanco esquerdo, que, não fora isso, acabaria, de certo, em golo monumental...

Operado ontem ao tendão de Aquiles, esperamos vê-lo tão brevemente quanto possível de regresso aos compromissos do NQC71.
Força, Pedro !!!!!!!!

terça-feira, dezembro 04, 2007

Taça

O jogo com o Louletano é no sábado, 8, às 17,00 horas. Uns pensarão ir para assobiar e insultar, tornando tudo mais difícil. Aqui, do NQC71, vamos para incitar e para aplaudir, procurando ajudar a tornar as coisas mais fáceis.
Por isso, devemos ir todos! Em força a Alvalade! SPORTING, SPORTING, SPORTING!

Outro abutre...

Cruz dos Santos foi um apagado jornalista do antigo jornal "A Bola". Figura de terceira linha de uma redacção cheia de estrelas, que evidentemente nunca conseguiu acompanhar, ninguém se lembra de o ver escalado para qualquer grande jogo ou acontecimento desportivo. Para si ficavam sempre reservados aqueles jogos entre equipas de meio da tabela que não contam para nada. Para isso, embora sem brilho, servia o Santos.
A certa altura, vá-se lá saber porquê, deu-lhe para se tornar especialista em arbitragem e, à pala disso, mantém na folha de propaganda do Benfica uma crónica intitulada, com aquela originalidade e graça natural que sempre teve o Santos, Vivò Árbitro.
As suas crónicas são imperdíveis. Notoriamente caduco, o Santos, embora armado em expert das leis do jogo, não consegue disfarçar o seu facciosismo lampião.
Há cerca de um ano, ficou célebre a sua justificação para o penalty assinalado contra o SPORTING nos Barreiros (que, aliás, o Rui Patrício defendeu), argumentando com o ângulo da perna do defesa para tentar esconder o que toda e gente viu - que a falta tinha sido cometida fora da área.
Esta semana, a criatura comenta a arbitragem do SPORTING-Leiria. Apesar de considerar muito bem anulado o golo a Purovic (pudera!), o Santos censura fortemente o árbitro Rui Costa. Sabem porquê? Deixou passar em claro duas grandes penalidades contra o SPORTING e logo na primeira meia hora de jogo! Não viram? Pois o pândego do Santos viu...

segunda-feira, dezembro 03, 2007

O Abutre da SIC...

...Responde pelo nome de Rui Santos, diz que retiraram o tapete ao NQ Paulo Bento e que não sabe quem o convenceu de que poderia ser um bom treinador!
Ora meu senhor abutre, eu também não tenho puto ideia de quem é que lhe disse que você poderia aspirar a ser um bom comentador.
Quem é que vocemecê pensa que é para proferir injurias contra a equipa técnica do Sporting??
- Já alguma vez treinou uma equipa de futebol digna desse nome??
- Já alguma vez foi treinador de um único atleta profissional??
Você só vocifera calunias contra o treinador do Sporting quando a equipa está diminuida, num momento recessivo, visivelmente em baixo. É como os abutres que só atacam quando vêm a presa caída.
Mas desengane-se senhor abutre. O Paulo Bento é do Sporting e não vai a lado nenhum. Vai-se levantar juntamente com a equipa e vai-he mostrar como é que são as coisas quando abrir a época de cáça!

domingo, dezembro 02, 2007

Convocatória

A vitória do FC Porto na ETAR em frente ao Colombo proporciona ao SPORTING a possibilidade de ficar a depender de si próprio para a conquista do 2º lugar, com a inerente qualificação automática para a fase final da Liga dos Campeões. Basta vencer esta noite.
Operação União de Leiria - concentração às 17,30 horas na Nova Lisboa.
Incentivo extra: PLA e dm vão divulgar os termos do Tratado de Bilbao, que na madrugada de quarta-feira foi negociado e prontamente fechado a milhares de metros de altitude. Todos a Alvalade! Viva o SPORTING!

sábado, dezembro 01, 2007

Outra efeméride...

O dia 1 de Dezembro parece dado a efemérides futebolísticas. Para lá do tal 1º "derby", deixo aqui uma outra: no 1 de Dezembro de 1954 foi inaugurado o antigo Estádio da Luz (inicialmente, chamava-se Estádio de Carnide). O convidado foi o FC Porto. Há 53 anos, o resultado foi de 3-1, a favor dos homens do norte. Espero que hoje o castigo possa ser mais severo. Força, carago!

Aldrabões

O Benfica, porque a aldrabice lhe está na massa do sangue, inventou que foi fundado em 1904, quando, na verdade, resultou em 1908 da fusão de dois clubes, o Sport Lisboa e o Grupo Sport Benfica. Dizer que o Sport Lisboa e Benfica foi fundado em 1904 é uma patranha, que o facto de ser muitas vezes repetida não torna verdade.
O mais desatento poderá interrogar-se sobre o que terá levado o clube da galinha a pretender ser quatro anos mais velho. A explicação é simples: à prosápia e farronca lampiã convém apresentar-se como sendo mais antigo do que o SPORTING, fundado em 1906. Como, de facto, não o é, tinha duas alternativas: ou conformar-se com a realidade, como faria qualquer instituição de bem, para utilizar uma expressão tão do agrado do seu característico presidente, ou falsificar, mesmo grosseiramente, essa realidade. Não custa adivinhar qual foi o caminho seguido...
Sucede que o benfiquismo, para além de jactante, é burro, não se dando conta do ridículo a que se expõe quando a manipulação dos factos fica mais à vista. É o que sucede agora com a evocação do suposto 1º "derby" SPORTING-Benfica feita pelo ex-jornal "A Bola". Segundo a dita folha, o SPORTING teria disputado, faz hoje precisamente cem anos, o seu 1º jogo com o Benfica, o que é mentira. O SPORTING jogou, isso sim, com o Sport Lisboa, tendo ganho por 2-1. Não se pode dizer, como hoje em "A Bola", que o Benfica ainda era só Sport Lisboa, visto que o Sport Lisboa e Benfica resulta de uma fusão entre dois clubes e não de qualquer transformação do Sport Lisboa. E, ainda que resultasse, só se pode falar de jogos entre o SPORTING e o Sport Lisboa e Benfica depois de 1908 - e esse é que é o "derby". A desfaçatez do antigo jornal, hoje transformado em agência de comunicação do sr. Vieira, chega ao ridículo de escrever, referindo-se ao jogo SPORTING-Sport Lisboa de há cem anos: Empatou o Benfica por (...); O Benfica jogou já com o "seu" equipamento de sempre. E o emblema da galinha que publica é o de 1908, com a roda da bicicleta que veio do Grupo Sport Benfica!
Pelo menos uma coisa "A Bola" mostra. É que o Benfica é mesmo um clube diferente - até já perdia jogos antes de existir!

quinta-feira, novembro 29, 2007

AGUARDEMOS "COM TRANQUILIDADE"...

Pois é, é da tal “crise” do SPORTING que se fala, escalpelizam-se ao pormenor as deficiências da equipa, apontam-se erros e responsáveis por esses mesmos erros... tudo isto, enquanto que com os nossos adversários tudo correm bem e não há que desestabilizar...

.... Porém, estes manipuladores da opinião pública, se calhar não repararam que ainda nem meia época está decorrida e o NQCLUBE, no plano nacional, pese embora um claro deficit exibicional que se reflecte nos resultados obtidos, continua a disputar todas as provas !

Na Europa, pasme-se, é o único que tem assegurada a sua continuidade, garantida que está a passagem para a TAÇA UEFA.
De facto, se para o Braga é, de momento, prematuro fazer qualquer tipo de prognóstico, a verdade é que os de Carnide terão que ganhar na Ucrânia... a ver vamos...
Quanto ao FCPorto, já deram conta que se na remota hipótese de perder em casa com o Besiktas e se houver empate no Marselha-Liverpool, caí para 4º lugar no respectivo Grupo e nem à Taça UEFA vai...???

Enfim, aguardemos “com tranquilidade”...

quarta-feira, novembro 28, 2007

Cinquenta minutos muito especiais

Creio que entre o golo de Abel e o empate do Manchester United mediaram, intervalo incluído, cerca de cinquenta minutos. E que cinquenta minutos!...
Não foi só estar a ganhar em Old Trafford. Foi estarem 72.500 cavalheiros, adeptos de uma das mais poderosas equipas do mundo, muito quietinhos e caladinhos no seu lugar e 1.500 leões de juba rija, de pé o tempo todo, orgulhosos e destemidos, fazendo ecoar pelo Estádio o vasto reportório dos seus cânticos. "Só eu sei...", "Até morrer...", "Curva belíssima...", "Cantarei só para ti...", etc., etc.. Parecíamos ingleses...
Claro que gostaria de ter ganho ou, pelo menos, de ter aguentado o empate. Mas não trocaria por nada aqueles cinquenta minutos, que me fizeram recuar vários anos. Até segurei na faixa da "Torcida Verde". Já não achava possível voltar a encantar-me assim num estádio de futebol.
Num reconhecimento do que se passou, a equipa agradeceu e o presidente atravessou o relvado para vir saudar a malta sportinguista e sublinhar o bigode que, na bancada, tínhamos acabado de dar aos ingleses.

domingo, novembro 25, 2007

DOIS POEMAS DE JOSÉ SALSORTE

Dois poemas escritos por meu pai, que me ensinou o significado da cumplicidade profunda com o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL. Daqui, a minha sincera homenagem.
E um forte alento aos camaradas da "campanha de Manchester", com redobradas saudações leoninas.

A TAÇA

SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

FINAL DA TAÇA DAS TAÇAS DA EUROPA



Suor e sacrifício em cada eliminatória
E nas bancadas multidões bradaram um surdo malefício
Das inesquecíveis evasões da memória.
Aos empurrões roeram todos os ossos do ofício
Aqueles onze leões
Até ao triunfante urro da vitória
Engalanada de verdes ambições.
Da conclusão da história
E do uníssono pânico dos berros
Fará o mundo vista grossa.
Mas o essencial, desta Taça arrancada a ferros,
Foi o proveito da luta metafórica
Nossa, e final.

SPORTING

É um símbolo que persiste, insiste
Constante e obrigatório
Que nos envolve e resiste
Para além da razão,
Como o bater corpóreo
De um invencível coração.
Sporting,
É uma ambição que sufoca
Toca as raias do imaginário
Que nos satisfaz e provoca
Como um beijo extraordinário,
Imenso e voluntário
Na sofreguidão da boca.
Sporting,
É um verde que apetece
Enternece esplendores por onde avança
O cântico da nossa prece
Sempre inundado de esperança.
Sporting,
É uma mágica emoção estupenda
Como o encanto da criança
Que relembra as glórias de um campeão
Nessa célebre e secular lenda
Do indomável leão.

sábado, novembro 24, 2007

Recordações e emoções

Fez em Agosto dezanove anos que o SPORTING jogou pela última vez no Estádio do Mar, em Matosinhos, onde esta noite regressa. Era a 1ª jornada do campeonato 88/89, o ano das unhas do leão, nome dado às promissoras contratações do presidente Jorge Gonçalves, o célebre "Bigodes", agora reabilitado pela família sportinguista. Lembro-me dessa partida como se fosse hoje. Jogo às cinco da tarde. Entrada para o Estádio ainda antes das três. Enchente impressionante. Um calor sufocante. O Bernardo e a Catarina, muito pequeninos, a aprenderem este ofício feito de rosas e de espinhos que é amar o SPORTING. O sol de frente. As crianças deitadas na bancada atrás de mim e dos grandes amigos que me acompanhavam, o Mestre Zé dos Santos (o terceiro homem a bater no árbitro naquela tarde em 72, por coincidência com o Leixões) e o Tino, o grande Tino do Campo Grande. Ali ficámos sentados, muito direitos, a levar com o sol de chapa, para fazer uma pequena sombra nas nossas costas onde os meninos se abrigavam para não tostar ao sol. Vitória por 2-0. À saída, o desespero de as cervejas estarem todas quentes. Só em Pombal, no São Sebastião, é que encontrámos umas imperiaizinhas como deve ser (deve-se sempre confiar em Pombal). Dois golos, duas crianças que hoje já são adultos e dois amigos com quem já não posso ir mais ao futebol. Quase vinte anos passados, a sensação de que nesta vida tudo muda a não ser algo que parece desafiar o tempo e, perene, se mantém indiferente aos ventos e às tempestades da vida - o SPORTING.

quinta-feira, novembro 22, 2007

RUMO A MANCHESTER COM ESCALA EM MATOSINHOS

- Cumpridas as formalidades, vamos ao que interessa... – Assim se pronunciou o Juiz Azdak na peça de Bertold Brecht, "O Círculo de Giz Caucasiano" durante julgamento duma questão a propósito da propriedade sobre um vale fértil disputado por dois interessados...
Parafraseando o referido Juiz, será caso para dizer – Cumprida a qualificação da nossa Selecção para a fase final do Europeu 2008, vamos ao que interessa, isto é, o NQSPORTING !

Estão à porta duas jornadas decisivas, a primeira das quais já no próximo sábado, em Matosinhos.
A concentração será no NQMa Geu, às 17 horas, donde, após repasto, seguiremos para o Portela XXI para acompanhar o jogo, na esperança dum resultado que nos recoloque mais confortavelmente na senda da luta pelo título !
Teremos também a oportunidade de acertar todos os pormenores da deslocação a Manchester, onde, em Old Trafford, o NQCLUBE vai ter, in loco, o incondicional apoio do NQC71.

Caso exemplar

O caso do miúdo de Braga cobiçado pelo SPORTING e pelo Benfica é verdadeiramente exemplar. Ao seu melhor estilo, Vieira não hesitou nem um instante em lançar uma bravata pública, com ameaças e chantagens, apesar de a criança ter apenas oito anos de idade!
O SPORTING, que me parece estar carregadinho de razão, optou, ao invés, pelo decoro do silêncio, resistindo à verborreia vieirista.
Maneiras de estar na vida...

Apuramento

O apuramento da selecção nacional para a fase final do Europeu ficou marcado por fortes críticas a Scolari. Os adeptos e jornalistas queixaram-se de maus resultados e exibições fraquinhas, a obrigar a equipa a penar até ao fim num grupo que era, de facto, acessível q.b. para que o passaporte tivesse sido carimbado mais cedo - ainda assim, veja-se que conseguimos o apuramento sem ganhar sequer um jogo à Polónia, Sérvia e Finlândia.
Ontem, apesar do empate, as críticas não tiveram cabimento - a selecção jogou bem e só não ganhou a partida por manifesta infelicidade.
Quanto ao treinador, também merece nota alta na noite do Dragão. Não deu socos a ninguém e percebeu que, para Portugal seguir viagem, tinha de correr da equipa com esse jogador ordinário que deverá representar o maior barrete que o Atlético de Madrid enfiou ao longo da sua história. Aliás, se o amigo Filipão tivesse mandado entrar o Makukula mais cedo para o lugar do híbrido Gomes, teria provavelmente poupado à nação aquele sofrimento final...

terça-feira, novembro 20, 2007

A esta hora...

De hoje a uma semana, a esta hora, alguns dos membros deste blogue estarão em Old Trafford...
O amor ao SPORTING não tem fim!

sexta-feira, novembro 16, 2007

PRIMAS DONAS...???

Muito alarido se anda a fazer à volta da correcção das notas atribuídas aos senhores árbitros Pedro Proença e Pedro Henriques, que viram as suas classificações relativas aos jogos do NQCLUBE com o FCPorto e Benfica reavalidas em baixa pela Comissão de Análise.
“Aqui d’el rei” bramaram os próprios, bem secundados pelo coro de alguns dos seus mais representativos pares...
Como se de algo inédito se tratasse, vêm-se invocando os mais diversos argumentos... mas, pasme-se...
... segundo o sr. Vítor Pereira, Presidente da Comissão de Arbitragem, na época passada, a Comissão de Análise, num total de 268 casos analisou 191 reclamações, dos quais 103 tiveram provimento e 165 não tiveram (in Jornal O JOGO, de hoje, pág.36).
Quer dizer, os senhores árbitros nunca questionaram o “sistema” instituído e, agora fazem todo este ruído, inclusivé com ameaças de recurso para a UEFA e FIFA - talvez fosse também de mandar para a UEFA e FIFA os dvd’s de certos jogos arbitrados pelos árbitros portugueses, para não falar das escutas do “Apito Dourado”...

Enfim, das duas uma – ou é mera coincidência que os jogos em causa tenham como principal prejudicado o NQCLUBE ou então, embora não se trate propriamente de ópera, há, de facto, primas donas na arbitragem portuguesa, ainda que certas arbitragens sejam dignas duma hilariante ópera bufa, com todo o respeito pela ópera bufa...

quinta-feira, novembro 15, 2007

Curiosidade...

Há alguns anos atrás, à 10ª jornada do campeonato, o SPORTING seguia, exactamente como hoje, em 5º lugar, com os mesmos pontos (18), o mesmo número de vitórias (5), de empates (3) e de derrotas (2). Meses depois, nesse inesquecível 14 de Maio de 2000, ficámos todos em Alvalade até às quatro da manhã, à espera da equipa que em Vidal Pinheiro se sagrara campeã nacional, terminando finalmente com um longo jejum de dezoito anos...

terça-feira, novembro 13, 2007

Basta existir...

Nos dias que se seguem às derrotas mais difíceis de digerir, como a de domingo à noite em Braga, há pessoas que olham para mim com o ar de quem contempla um desgraçado. Devem pensar que estou a sofrer como um cão, ficando impressionadas por eu conseguir fazer a minha vida. Agradeço estes sentimentos de solidariedade, que só podem vir de pessoas muito simpáticas, mas que não me conhecem bem.
As derrotas do SPORTING não têm, ao contrário do que pensam, e eu compreendo que pensem, esse condão de me esfrangalhar a alma. Não que eu não ame o nosso Clube com todas as forças que tenho. É que as derrotas, sobretudo as que carregam uma maior carga dramática (como esta última, por se seguir a uma exibição magnífica, que a não fazia minimamente prever), embora me angustiem, libertam em mim uma espécie de sentimento agradável, que é talvez perverso, ou egoísta. Quando perco, sinto-me ainda mais do SPORTING e sinto que o SPORTING é ainda mais meu. Ou não é verdade que o amor se exprime melhor na aflição do que na euforia? Na hora do golo, da vitória e da festa, ainda pensamos: "o que estou a sentir é tudo amor pelo SPORTING ou é, pelo menos em parte, o gosto (humano) por vencer?" Ao invés, quando se perde e, mais a mais, quando se perde desta maneira, o que sentimos, podemos ter a certeza, é só amor e mais nada.
A hora do infortúnio é aquela em que melhor temos a possibilidade de transmitir o nosso sentimento. Num jogo do título, com o estádio cheio, um entre cinquenta mil aos pulos, como posso eu exprimir o amor que trago no peito? Já no jogo a seguir a uma desgraça, com o Estádio com menos gente, à chuva ou ao frio, mas sempre a aplaudir, sempre a compreender, sempre a ajudar, é pelo menos possível exprimir este amor imenso.
No domingo à noite, logo que terminou o jogo, o NQAmigo PB, pesaroso, disse-me: "lá vamos a Old Trafford na mó de baixo...". E eu não consegui ficar triste com isso. Claro que queria ir a Manchester só com vitórias. Se eu mandasse, ninguém duvide de que o SPORTING ganhava sempre. Os outros que se amanhassem com a gloriosa incerteza do desporto. Mas a perspectiva de ser um dos que vão com o SPORTING apesar das derrotas só me enche de orgulho. Para mim, o SPORTING não precisa de ganhar. Basta existir...

segunda-feira, novembro 12, 2007

Esperança

Depois de um dia desgraçado como o de ontem, a reacção imediata é de levar as mãos à cabeça e pensar que está tudo perdido. Mas, no momento seguinte, regressa a esperança de conseguir inverter a situação. A equipa parece capaz do melhor e do pior. Se pensarmos bem, tem sido assim nos dois últimos anos. Paulo Bento só na segunda parte da época tem conseguido por a equipa a jogar como quer. Este ano, a tarefa parece bem difícil. Nem o esquema táctico está ainda definido. Esperemos que o plantel e a equipa técnica, que o apoio que a direcção inegavelmente lhes dá, encontrem a maneira de atenuar os danos até passarmos esta fase. Estou certo de que encontraremos o caminho. As boas exibições já produzidas demonstram que a esperança não é descabida.

sábado, novembro 10, 2007

Diferenças...

Depois de uma curta série de resultados negativos, foi decretado que o SPORTING tinha entrado em crise. O administrador da SAD e responsável pelas contratações, Carlos Freitas, tornou-se rapidamente o alvo de todas as críticas. Com a impressionante demonstração de categoria da equipa na quarta-feira passada e a anunciada permanência de Freitas, o assunto parece, pelo menos por agora, ter ficado arrumado. Importa salientar o papel de Soares Franco na gestão e superação da crise. O presidente soube falar na hora certa, manifestando toda a solidariedade a Freitas, salientando o seu bom trabalho, mas alertando para a necessidade de saber conviver com as críticas e mesmo com as intrigas e as calúnias. Era desejável que Freitas ficasse, mas era igualmente desejável que a reflexão não se prolongasse. O presidente soube interpretar o sentimento geral dos sportinguistas, foi sensato e revelou sentido de oportunidade. Após a sua intervenção, o assunto resolveu-se da melhor maneira. Ficou a ganhar o SPORTING.
Curiosamente, as últimas semanas também foram agitadas do outro lado da Segunda Circular, apesar de a equipa, comandada por um treinador que mais parece um ganadero, ter ganho uma série de jogos nos últimos minutos. Um e-mail mal endereçado e uma assembleia-geral destinada a ser pacífica mas que acabou em tumulto desatinaram por completo a "instituição". O episódio revela bem o carácter do Presidente. Ao advogado corrido, ao vice-presidente da mesa da assembleia-geral e agora até ao pobre do Vilarinho, que não fizeram nada de especial, chamou Vieira todos os nomes, impondo-lhes que se demitam e que se humilhem na praça pública, sob pena de atiçar a ira da populaça contra tais espiões e inimigos do Benfica. Aos distintos e educados jovens dos Diabos Vermelhos e dos No Name Boys, que o insultaram do pior, Vieira não se atreveu a fazer o mesmo e disse até que são grandes benfiquistas, não vá o feitiço virar-se contra o feiticeiro. Vieira só entende e respeita os poderes de facto. Os valores e os princípios nada valem para ele. Não admira que assim seja. Vieira, desde que chegou ao futebol, tem feito com os outros o mesmo que os simpáticos meninos das claques fizeram consigo - espalhafato, chantagem, abuso de poder.
Só ainda não teve tempo para mandar pagar a conta da água do Seixal. E que falta que ela faz para limpar a porcaria que lá está...

Seriedade e entrega

É assim que precisamos de ti, querido Sporting, que há muito ajudas as pobres almas mortais a terem momentos de êxtase, de alegria, de cumplicidade. Talvez num mundo mais justo, equilibrado, limpo, não fosse necessário o teu contributo, mesmo o contributo do futebol, do desporto de "alta competição" agora globalizado. Talvez num mundo fraterno deixassem mesmo de existir competições "profissionalizadas", e equipas, claques, insultos, facciosismos, sectarismos, mentiras, mortes. Talvez, mas é provável que esse mundo apenas continue a povoar o sonho dos Homens. Por isso, continuas a ser preciso, e mesmo que por uma ou outra razão aconteça uma separação, um afastamento, temporário ou mais prolongado, estarás sempre presente. Com a seriedade, a entrega, a categoria que provaste ter, na passada terça-feira, num jogo que merecias, que merecíamos vencer.
Por isso, neste mundo que anda triste, continuarás a ser uma referência importante, porque de memória, porque ancestral, porque correcta. Resiste Leão, sempre!

quinta-feira, novembro 08, 2007

MÁ FORTUNA...

Escrevi aqui há dias que “...se todas as equipas têm maus momentos, só as grandes equipas, mesmo nesses maus momentos, sabem superar-se e ultrapassar os obstáculos que lhes surgem pela frente, ganhando os jogos que disputam. Aí se faz a diferença”.

Perante o momento menos bom que atravessava, o NQCLUBE soube estar à altura da equipa personalizada e com carácter que é, ultrapassando com êxito inquestionável os jogos com o Fátima e com a Naval.

Mas a resposta definitiva foi dada ontem frente à Roma.
Só algumas situações adversas, altamente adversas mesmo, impediram a consumação do que deveria ter sido uma mais do que justíssima vitória. Se não, vejamos:
1. golo madrugador do adversário, sofrido logo aos 3/4 minutos, tempo de jogo ainda claramente insuficiente para justificar o justiça de qualquer alteração do marcador.
2. Mais do que duvidosa anulação dum golo aos 13 minutos.
3. A “crueldade” do golo do empate romano, no último minuto e em consequência duma intervenção infeliz do NQPolga, que fez auto-golo... golo, aliás tão esporádico, que de modo algum traduziu qualquer posição hegemónica da equipa italiana nessa fase do jogo...
Porém, o que de fundamental releva é que estas injustas vicissitudes ocorreram num encontro pautado por uma excelente exibição do SPORTING, talvez a melhor da época até ao momento, e na qual todos os jogadores, sem excepção, deram uma resposta cabal a todos os que – nomeadamente intra-muros.... – duma forma ou doutra, têm tentado pô-los em causa.

A atitude da equipa e a forma profissional e empenhada como se bateu, constitui uma firme garantia que prosseguirá a senda da recuperação nos jogos que se avizinham.
Mais uma vez também nós, sportinguistas, temos um dever de inequívoco apoio a cumprir, de forma a estarmos à altura do NQCLUBE !

Dia 27...

Há muitos anos que não apanhava um arrelia tão grande no futebol. O golo ordinário da Roma fez-me lembrar aquele tempo felizmente já distante em o SPORTING revelava uma vocação especial para este tipo de dramas. Olhemos hoje para esta contrariedade com outros olhos. Saibamos, em primeiro lugar, reconhecer que o SPORTING, com a exibição da noite passada, mandou a crise às malvas. A equipa jogou muito bem e deu a ideia de que pode jogar ainda melhor e com mais consistência. Os profetas da desgraça que, naquele estilo sempre em voga do outro lado da Segunda Circular, reclamavam pretensas soluções drásticas, terão de fazer o favor de dominar os seus ímpetos. Sejamos optimistas. Esta equipa não merece que lhe coloquem tão apressadamente o rótulo de "falhada". Mesmo o objectivo da qualificação para os oitavos-de-final ainda não está completamente descartado. Dia 27, quando estivermos na bancadinha do Old Trafford e de ouvidos em Kiev, falaremos...

terça-feira, novembro 06, 2007

Noite transcendente

Amanhã, com a Roma, noite transcendente para a carreira da nossa equipa. Uma vitória coloca-nos no rumo dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o que liquidaria todas as crises e nos lançaria para feitos ainda maiores.
O jogo de há quinze dias demonstrou que a vitória é possível. Com o plano A (losango no meio-campo), o plano B (três defesas), o plano C (Miguel a defesa-central e João a trinco) ou o plano D (Miguel e João à frente da defesa em 4-4-2, a virar para 4-3-3, como no final do jogo de domingo) - aqui estamos nós, carregadinhos de esperança!
A preparação para o jogo tem de ser cuidada. A partir das 16,00 horas, concentração no "Nortenho". O NQAmigo PCR estará bem cedo no local a preparar o dilúvio (que será, pelo menos, daquele verdinho fresco tão próprio da quadra estival que atravessamos...).
Força, SPORTING!

domingo, novembro 04, 2007

Convocatória

Operação Naval - Concentração Nova Lisboa, hoje, às 18,00 horas. Estreia do relvado, aproximação ao FCPorto e acertar de agulhas para a excursão NQC71 a Old Trafford. Que ninguém falte! Viva o SPORTING!

quinta-feira, novembro 01, 2007

AS GRANDES EQUIPAS E OS MAUS MOMENTOS



Todas as equipas, sem excepção, têm os seus maus momentos. Nesta perspectiva é óbvio que o NQCLUBE atravessa um desses momentos, inclusivamente reconhecido pelo nosso treinador.
Mas se todas as equipas têm maus momentos, só as grandes equipas, mesmo nesses maus momentos, sabem superar-se e ultrapassar os obstáculos que lhes surgem pela frente, ganhando os jogos que disputam. Aí se faz a diferença.

Assim aconteceu ontem perante o Fátima. Superando carências de momento, o SPORTING soube contrariar os factores negativos com que nesta fase se debate, e com base numa atitude de combate e crer, levou de vencida o seu adversário. Não é para o efeito pertinente invocar agora a maior ou menor valia desse adversário ou o factor sorte, já que o que releva é a atitude da equipa e o resultado final, inclusivamente conquistado a partir de duas situações de desvantagem no marcador.

Seguem-se outros dois jogos da máxima importância que podem constituir a confirmação que o tal mau momento está a ser ultrapassado, jogos nos quais é importante conquistar resultados positivos.
Mas se para esses jogos se pede aos nossos atletas a entrega, a vontade e a crença que são apanágio das grandes equipas, também nós, sócios e simpatizantes, não nos podemos alhear do nosso dever, assumindo uma atitude de presença indefectível e apoio inequívoco, já que, como disse, se as grandes equipas são aquelas que mesmo nos maus momentos sabem ganhar os seus jogos, também nós, se queremos afirmar a nossa diferença enquanto massa associativa, temos que saber apoiar o NQCLUBE em situações menos felizes de forma a, TODOS EM CONJUNTO, contribuirmos para as ultrapassar.

Nunca como agora me apetece cantar aos quatro ventos – ATÉ MORRER.... SPORITNG ALLEZ !!!!

A esperança é verde...

Numa noite de emoções fortes, o NQLiedson deu um valente pontapé na crise. O treinador bem avisou que o mau momento ainda não passou. Mas ele sabe que uma vitória clara e uma boa exibição no domingo à noite darão à equipa o suplemento de confiança necessário para enfrentar a Roma. E uma vitória sobre a difícil equipa italiana colocaria a equipa nos píncaros da Lua. Tudo aconselha, pois, Carlos Freitas a pensar bem e a não se precipitar. A coesão interna do Clube é muito importante e a sua permanência defende os outros protagonistas, à cabeça dos quais se encontra o treinador, que ontem me pareceu um pouco ferido. Quem acredita no projecto, e os responsáveis têm de acreditar, não se pode deixar ir abaixo à primeira contrariedade. A esperança é verde!...

quarta-feira, outubro 31, 2007

Confissão

Eu, incréu, me confesso: vou passar o dia a pensar em Fátima e a rezar...

segunda-feira, outubro 29, 2007

E o senhor...

Segundo parece, no domingo de madrugada, um grupo de adeptos compareceu no Aeroporto e no Estádio para vaiar e insultar jogadores, treinador e responsáveis do nosso Clube. Bem sei que os profissionais têm de estar preparados para tudo. Bem sei que cenas destas sempre existiram. Bem sei que, nos tempos que correm, elas são cada vez mais naturais. Bem sei até que, às vezes, se compreendem certas reacções. Assim como bem sei que existem provocações orquestradas e agitadores de massas com fins inconfessáveis. Sei isso tudo. Mas também sei que aqui no SPORTING temos uma imagem e uma memória a preservar, que está nos antípodas desse tipo de comportamento. Que saudades do tempo em que até os adversários reconheciam que o SPORTING tinha os melhores adeptos do mundo, capazes de suportar todas as desilusões, obstinadamente do lado do Clube, sobretudo nas más horas. Foi esse o SPORTING que eu conheci, foi por esse que me apaixonei e é a esse que eu pertenço. Não estou sempre de acordo e muito menos sempre contente. Nunca deixo é de apoiar o Clube e quem em cada momento o representa. Até porque eu não sou do jogador A, do treinador B ou do dirigente C. Eu sou do SPORTING.
Há muitos anos, no tempo do homem da bandeira, lembro-me de ouvir na antiga superior sul um sócio perguntar a outro que assobiava a equipa: E o senhor, é perfeito no seu trabalho? Pela boca deste adepto falava o melhor que há em nós, o que de mais precioso o nosso Clube trouxe ao desporto português - a distinção, a dedicação incondicional, esta sensação inigualável de amor sereno e absoluto por um ideal.

Convocatória de Mobilização

Após exibição menos conseguida da NQEquipa, importa mobilizar o grupo do NQC71 com uma festa compensatória.
Convoco assim os MQAmigos - Grupo NQC71 - para uma concentração em Caxias onde será servido um almoço ajantarado na Próxima Quinta-feira - SEM LIMITES.
Caxias - Casa do CEM - Quinta-feira a partir das 14h00
VIVA O SPORTING!!!

domingo, outubro 28, 2007

O inconformismo do João

A noite triste da Choupana terminou com uma imagem a reter. Aquele remate fortíssimo do nosso João no último instante da partida faz-nos acreditar na capacidade dos nossos jogadores para darem a volta aos resultados e às exibições. O seu desespero por a bola não ter entrado demonstra que é o líder da equipa e dá-nos de fora a sensação de que é um de nós lá dentro. O inconformismo do João é um clarão de esperança para os desafios difíceis que aí vêm. Força, SPORTING!

sábado, outubro 27, 2007

Excerto de um articulado...

Peço licença para reproduzir o excerto de um articulado que subscrevi em representação do NQAmigo dm e que diz respeito a um pedido de indemnização pelos danos sofridos num acidente que o vitimou há alguns anos:
(...) O Autor é um adepto apaixonado do Sporting Clube de Portugal, que assiste ao vivo a todos os jogos que o Clube realiza no seu Estádio.
Em consequência do acidente e do período de convalescença a que a recuperação da lesão o obrigou, o Autor não pôde acompanhar a carreira desportiva do seu Clube no resto da época 2001-2002, o que lhe causou um tremendo desgosto. Mais a mais,
Na época de 2001-2002, o Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional de futebol, tendo o Autor ficado amagurado por não poder seguir ao vivo os jogos que conduziram a sua equipa do coração ao título (...)
Esperemos que se faça justiça e que a indemnização arbitrada esteja à altura do dano sofrido...

sexta-feira, outubro 26, 2007

CONVOCATÓRIA

Após a jornada nos Leões de Porto Salvo, onde nos foi dado constatar a excelente prestação radiofónica do NQDM (meu querido amigo, calculo a tristeza por não ter sido possível comentar uma vitória...), a jornada insular de amanhã impõe nova concentração segundo o mesmo esquema - 17.30h/18.00h ponto de encontro no NQMA GEU e, após repasto, rumo ao Portela XXI.

A LUTA CONTINUA !!!
ATÉ MORRER.......SPORTING ALLEZ !!!

Merda+Merda= Muita Merda

Dois dos maiores embustes e sub-produtos jornalísticos do País uniram-se para fazer um semanário gratuito chamado Sexta. O minímo que há a dizer, depois de analisado o primeiro número, é que corresponde à expectativa: não é comparável a papel higiénico, mas é comparável, sim senhor, àquilo para que o papel higiénico serve para limpar.
Mas, em abono da verdade, diga-se que jamais o primeiro número de um jornal em Portugal fora tão rigoroso sobre si próprio. A manchete é o seu verdadeiro estatuto editorial: «Chegou o circo».
O falecido Vítor Correia celebrizou-se em tempos por dizer que já nada o surpreendia depois de ter ido ao circo e ter visto uns porcos a andar de bicicleta. Pois o número acaba de ser superado: o Bonzinho é director de um jornal!
Em resumo: nem dado!

quarta-feira, outubro 24, 2007

Entra sempre...

O "Expresso" da semana passada inventaria as negociatas que o filho do sr. Jardim Gonçalves andou a fazer com o BCP, na mais completa e escandalosa impunidade. Entre o rol, salta aos olhos uma operação que meteu a distribuição de uma medalha comemorativa do alegado centenário do Benfica. Não há dúvida que a porcaria atrai a porcaria. Nestas histórias de aldrabices entra sempre o "glorioso"...

NADA ESTÁ PERDIDO !!!


O jogo com a Roma ontem disputado no Estádio Olímpico da capital italiana deixou bem claro que a qualificação para a fase seguinte da "Champions League" está ainda ao alcance do NQCLUBE.

Serenamente, se revirmos o filme do encontro, constatamos que, apesar de jogar no terreno do adversário, em termos globais, o SPORTING ombreou taco a taco com os donos da casa e só claros erros cometidos nos lances dos golos romanos ditaram um resultado final negativo.

Tal como no jogo com o Manchester United, ficou a sensação de que, a derrota não espelhava a verdade do que acontecera dentro das quatro linhas...

Ao reagir de pronto a um golo sofrido muito cedo e em circunstâncias perfeitamente evitáveis, a equipa demonstrou personalidade e crença no que é capaz de fazer, tendo a atitude assumida no resto da partida sido um sinal claro de que a 7 de Novembro, no ALVALADE XXI, poderemos suplantar a Roma e readquirir uma posição pontual e classificativa que permita encarar os restante jogos com confiança na qualificação.

Há que não esmorecer e, enquanto adeptos, é nosso dever transmitir à equipa todo o incondicional apoio de que carece para dar continuidade aos golos de Tonel e Polga em Kiev e de Liedson no Olímpico de Roma !

TUDO PERMANECE EM ABERTO E NADA ESTÁ PERDIDO !!!

terça-feira, outubro 23, 2007

Porto Salvo

Sem querer perturbar a sempre impecável organização do NQPCCB, tenho uma proposta para o Roma-Sporting de hoje. Uma concentração nos Leões de Porto Salvo (a que se chega pela A5) para ver o grande jogo em que o leão se vai atirar à loba. Eu terei que lá estar e gostava muito de ver por lá o NQC71. Vamos a isso?

segunda-feira, outubro 22, 2007

As dores que não param o mundo...

" (...) O que eu invejo, doutor, é quando o jogador cai no chão e se enrola e rebola a exibir bem alto as suas queixas. A dor dele faz parar o mundo. Um mundo cheio de dores verdadeiras pára perante a dor falsa de um futebolista. As minhas mágoas que são tantas e tão verdadeiras e nenhum árbitro manda parar a vida para me atender, reboladinho que estou por dentro, rasteirado que fui pelos outros. Se a vida fosse um relvado, quantos penalties eu já tinha marcado contra o destino? (...)
Mia Couto, in O fio das missangas , Editorial Caminho, Lisboa, 2004.

domingo, outubro 21, 2007

Prémio "desportista do ano"

A Confederação do Desporto de Portugal promove uma gala do Desporto, com a eleição do atleta do ano, da atleta, da equipa, da esperança e do treinador. Até dia 25, a votação decorre em http://galacdp.sapo.pt/ Pela minha parte, atentos os candidatos, votei em Cristiano Ronaldo, Naide Gomes, selecção de râguebi, João Moutinho e Tomaz Morais, respectivamente. Toca a votar!

CONVOCATÓRIA

Na ressaca do milagre "do" Fátima ( não obstante os erros que o NQCLUBE cometeu e a esperança que na terra do Santuário resgataremos o desaire, confesso que o meu agnosticismo sofreu ontem um rude golpe - será que a Senhora existe mesmo ???), há que não esmorecer e concentrarmo-nos já, decididamente, na próxima batalha - Roma é o objectivo !!!

Às 17.30H da próxima 3ª feira, o NQMa Geu Sem Limites será o local da concentração, donde, após meditação gastronómica, rumaremos ao Portela XXI ! Que ninguém falte !!!

ATÉ MORRER....SPORTING ALLEZ !!!!!!!!

Contraste

O SPORTING e a Roma, que na próxima terça-feira se defrontam no Estádio Olímpico, decepcionaram ontem os seus adeptos. A equipa italiana recebeu o Nápoles e empatou 4-4, voltando a evidenciar grandes fragilidades no sistema defensivo. O SPORTING, em casa emprestada, deixou-se surpreender pelo Fátima e vai ter agora de disputar, a meio das partidas com a Roma, uma diabólica segunda-mão desta eliminatória da Taça da Liga. Ganhar por 1-0 em Fátima não chega...
A reacção dos treinadores aos maus resultados foi, contudo, muito diferente. Paulo Bento, porventura arrependido das rotações que fez na equipa e de não ter optado por jogar a primeira-mão fora, assumiu a inteira responsabilidade pelo sucedido, defendendo os jogadores, mesmo aqueles que foram rendidos ao intervalo e não são habitualmente titulares. Já Luciano Spalletti descascou forte e feio nos seus jogadores, ameaçando-os: "Temos muito a falar...".
Veremos se na terça-feira o SPORTING beneficia deste contraste e se a estabilidade e a confiança que Paulo Bento quis incutir aos nossos jogadores contribui para que o SPORTING consiga reforçar a sua candidatura a um lugar nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões...

quarta-feira, outubro 17, 2007

A chave do êxito

A selecção partiu para os jogos no Azerbaijão e Cazaquistão numa situação bem difícil, com o apuramento em perigo. Felizmente que as lesões de Petit, Nuno Gomes e Simão permitiram a Portugal alcançar dois preciosos triunfos, que quase garantem o passaporte para a fase final...

Desafio

Os dirigentes do SPORTING têm insistido na necessidade de o Clube chegar rapidamente aos 100.000 sócios. O NQC71 deve aderir a esse esforço. Que cada um de nós proponha até ao fim do mês pelo menos três sócios novos. Vamos a isto!

segunda-feira, outubro 15, 2007

Ainda a terra de Alvalade...

O NQAmigo Rui Fernandes, apesar de lesionado, está imparável. Para além dos frasquinhos de terra, conseguiu resgatar um pedaço de relva do NQEstádio, que vai implantar em terreno condigno. Pela minha parte, pedi-lhe o máximo rigor na escolha do local, que deverá poder acolher os muitos peregrinos que decerto acorrerão a contemplar a relíquia. E já agora que fique ao pé de uma tasquinha, para os romeiros mais esbaforidos poderem matar convenientemente a sede...

domingo, outubro 14, 2007

Grande estreia

No mesmo dia em que Miguel Veloso se estreou na selecção nacional, o NQAmigo dm iniciou a sua colaboração com o Rádio Clube Português, na difícil missão de comentador de jogos de futebol. Ao lado desse rijo leão e monstro sagrado dos relatos de futebol em Portugal que é Fernando Correia, o Duarte comentou o Azerbaijão-Portugal. E a coisa correu-lhe muitíssimo bem! Num registo muito diferente do que tem utilizado na televisão, optando por um ritmo mais desenvolto e assertivo, fácil se tornou verificar que a sua "radiogenia" é muito superior à "telegenia". Absolutamente imperdível o momento em que, comentando a ausência de Nuno Gomes no ataque da equipa nacional, o Duarte teve de dizer, um pouco entre dentes, que fazia votos para que o jogador recuperasse para o Cazaquistão. O que custa ganhar a vida...

sábado, outubro 13, 2007

SEMPRE!

Juca, obrigado! Esforçadamente, devotadamente, dedicadamente, gloriamente. Até sempre!

Rica figura...

Estava eu ontem ao balcão de uma pastelaria cheia de gente e leio no jornal o anúncio da saída no dia 26 do semanário gratuito Sexta. Diz "A Bola" que está garantido um jornalismo independente e fiel aos princípios éticos e deontológicos da profissão de jornalista. Logo a seguir, informa que o director será João Bonzinho. Não resisti. Dei uma valente gargalhada, que pôs toda a gente a olhar para mim. As figuras que um tipo faz ao ler em público a imprensa satírica...

quinta-feira, outubro 11, 2007

BOA NOVA

Sentimo-nos reconfortados, num misto de alegria e muito orgulho, quando, longe de casa e dos nossos, neste fim de tarde parisiense emerge do anonimato que nos rodeia a boa nova de que o NQCLUBE foi distinguido, pelo Sindicato dos Jogadores, como a 'equipa fair play' de Setembro 2007, afinal a nossa forma de estar no desporto.
Haja fair play, e merecendo-o, saibamos ser dignos desse fair play...!!!
Hoje e sempre, esteja onde estiver - ATE MORRER... SPORTING ALLEZ !!!!

Bela ideia

Como se sabe, a relva do NQEstádio está a ser mudada, obrigando à remoção de uma camada de terra. Estava eu ontem com o NQAmigo Rui Fernandes quando este recebeu um telefonema de alguém que está a trabalhar na obra e lhe propôs receber já não sei quantos metros cúbicos dessa terra tão especial. A proposta foi aceite e as indicações dadas foram precisas: na altura em que a terra for recebida, uma parte será colocada em alguns frascos, com que o Rui pretende presentear os membros do NQC71. Ficam, por isso, avisados para ir arranjando um lugar de destaque no altar dos santinhos das vossas devoções, sejam eles quais forem, para aí colocar o frasco com a terra sagrada que já foi pisada pelos nossos heróis. Viva o SPORTING!

Confirma-se

Há alguns dias, escrevi aqui sobre as alucinações de Leonor Pinhão. Sucede que o título da sua crónica de hoje no antigo jornal "A Bola" é este: Estamos a dois pontos do FC Porto. Ou seja, confirma-se o diagnóstico...

terça-feira, outubro 09, 2007

Eric Hobsbawm fala sobre futebol em entrevista à Folha de São Paulo

*FOLHA - No ensaio 'Nations and Nationalism in the New Century', o sr. lamenta o fato de que as seleções de futebol nacionais estejam perdendo força para os chamados superclubes internacionais. Seria o fim do 'último refúgio de emoções de um mundo antigo'. Mas o sr. não acha que o nível do esporte tenha, por conta disso, tenha melhorado?
HOBSBAWM - O futebol hoje sintetiza muito bem a dialética entre identidade nacional, globalização e xenofobia dos dias de hoje. Os clubes viraram entidades transnacionais, empreendimentos globais. Mas, paradoxalmente, o que faz do futebol popular continua sendo, antes de tudo, a fidelidade local de um grupo de torcedores para com uma equipe. E, ainda, o que faz dos campeonatos mundiais algo interessante é o fato de que podemos ver países em competição. Por isso acho que o futebol carrega o conflito essencial da globalização.
Os clubes querem ter os jogadores em tempo integral, mas também precisam que eles joguem por suas seleções para legitimá-los como heróis nacionais. Enquanto isso, clubes de países da África ou da América Latina vão virando centros de recrutamento e perdendo o encanto local de seus encontros, como acontece com os times do Brasil e da Argentina. É um paradoxo interessante para pensar sobre a globalização.

segunda-feira, outubro 08, 2007

Grande bronca!

Afinal, o filme do ano acabou mal. O realizador Botelho zangou-se com a produção e já não assina o "Corrupção", libelo destinado a por a nu os podres do nosso futebol. Mexeram-lhe na música e cortaram-lhe partes dessa comovente saga de uma jovem ingénua e inocente que se arrepende do pecado e pede desculpa ao santo que antes tratara desdenhosamente por "orelhas". Uma fita que, a avaliar pelas reportagens diárias das filmagens no "Correio da Manhã", nos reconciliaria com a vida e nos faria acreditar na vitória do Bem. Não se faz! Querem ver que o Barbas já não vai à estreia?

Ainda o jogo de sábado

O jogo de sábado confirma inteiramente o que já aqui tenho escrito e que, à força de se repetir, não pode ser coincidência: o nosso treinador revela uma notável capacidade de mexer na equipa ao intervalo. Desta vez, não recorreu ao "plano B" (três centrais), tendo optado por fazer recuar Moutinho para trinco e Veloso para a esquerda da defesa, a fim abrir uma vaga nas alas para Izmailov, que se veio a revelar "o homem do jogo". Impressionante a atitude da equipa logo após o início da segunda parte. Paulo Bento bem tinha avisado que era partida para ganhar em noventa e não em dez ou quinze minutos.
Acho, não obstante, que foi cometido um risco desnecessário: deixar Gladstone, um belíssimo defesa-central, de fora da convocatória pode ser muito perigoso. Ainda bem que a lesão de Polga ocorreu numa fase em que o jogo já estava controlado...

quinta-feira, outubro 04, 2007

NINGUÉM PARA O BENFICA!

O Bêbado da Gran-Via, após o jogo de ontem com o Shakhtar Donetsk, em discurso directo, disse que está “a fazer uma equipa forte para ver onde pode chegar”.

Mais vociferando que, essa sua equipa, “está cada vez melhor”.

Aliás, para o ridículo se elevar a patamares sobrenaturais, só faltou ao etílico treinador acrescentar que NINGUÉM PARA O BENFICA!

Aí está!...

O grande Benfica europeu prometido até à exaustão por LFV, arrogante e poderoso, melhor ainda do que a equipa dos anos sessenta, aí está...

Balanço de uma semana de emoções fortes

Do jogo de Kiev e da preciosa vitória que ali obtivémos retiro uma nota importante e, aliás, recorrente: a capacidade que o treinador revela de corrigir ao intervalo as deficiências do jogo da equipa, sejam provocadas por infelicidade própria ou pelo jogo do adversário. Foi, uma vez mais, o que aconteceu na Ucrânia. Apesar de os golos terem sido marcados na primeira parte, foi na segunda que o SPORTING jogou melhor e cimentou o seu merecido triunfo - que representa um passo de gigante na luta por um lugar na Taça UEFA e nos permite continuar a acalentar a esperança de uma qualificação para a fase seguinte da própria Liga dos Campeões.
O SPORTING fechou em Kiev com saldo muito positivo um terrível ciclo de três jogos fora em seis dias. A equipa não jogou sempre bem, mas revelou organização, concentração e empenho. Depois de ver estes três jogos, percebe-se o que Paulo Bento pretendia quando pediu aos jogadores capacidade de sofrimento. Como explicou, mesmo quando não se pode dominar, há que conseguir controlar. Foi uma estratégia realista e que deu frutos.
Não posso, por outro lado, deixar de exprimir a minha discordância em relação à posição tomada pelo Clube (treinador e SAD) quanto à arbitragem na estriqueira. Em minha opinião, não fomos prejudicados (o lance do grego não é penalty) e não vejo nenhum motivo para deixar de considerar Pedro Henriques como dos poucos árbitros sérios que andam por aí. A justa e legítima indignação com as roubalheiras a que vamos assistindo não nos pode levar a meter tudo no mesmo saco.
Tenho também muitas dúvidas de que o nosso Presidente devesse ter ido almoçar, a convite de "A Bola", com o rufia do outro lado da Segunda Circular. Compreendo perfeitamente o exemplo de elevação e de desportivismo que Soares Franco quis dar e aplaudo-o convictamente. Só que se prestou a mais uma escandalosa manobra de manipulação desse antigo jornal, hoje uma agência de comunicação do clube da galinha. O tratamento dado à entrevista, as parangonas escolhidas (sem qualquer correspondência com as declarações de Soares Franco) e a própria gestão do tempo de publicação, deixando uma parte dos comentários para depois do derby, deixou claro que o pasquim mais não pretendeu do que, à custa do SPORTING, branquear o "apito encarnado" e atenuar as ondas de choque provocadas pela escandaleira da Amadora.
No campo e fora dele, temos de estar atentos e vigilantes na defesa do nosso Clube.

segunda-feira, outubro 01, 2007

1 de Outubro

O NQAmigo Martins está de parabéns! Nesta longa marcha que é a vida completa hoje as primeiras quarenta voltas ao circuito. Pelo que sei, as comemorações desta noite serão muito reservadas. Mas, amanhã, que é dia de ir buscar três pontinhos a Kiev, teremos ocasião de erguer os nossos copos à saúde do aniversariante. A propósito, concentração NQC71, a partir das 17,30 horas no NQAmigo Ma-Geu, o Sem Limites. A seguir, Portela XXI - enquanto for possível, visto que o NQAmigo PB já foi confrontado na assembleia de condóminos com a produção de decibéis proveniente de sua casa sempre que joga o SPORTING. Se pensarmos que, depois da barulheira de sábado, sobretudo protagonizada pelo NQAmigo dm, o Martim é bem capaz de pedir ao avô que requeira uma providência cautelar para correr com os ruidosos amigos do pai que perturbam o seu infantil sossego, qualquer dia temos de ir ouvir os relatos para um descampado...

domingo, setembro 30, 2007

QUÃO FECUNDA E CRIATIVA É A ARBITRAGEM EM PORTUGAL ! SEMPRE A INVENTAR...



Não vou aqui perorar sobre o óbvio – no jogo de ontem, houve, de facto e no mínimo, dois penalties por assinalar, um por clara mão de Katsoutranis dentro da área, aos 71 minutos e outro, já ao cair do pano, por derrube, dentro da área, do nosso João Moutinho sobre o que veio da terra do Bush.
São situações que podem acontecer a qualquer árbitro, que mesmo equivocando-se, pode continuar a merecer, no mínimo, o benefício da dúvida, sem que tais julgamentos errados possam, só por si, justificar a condenação definitiva.


Porém, tudo o que na vida acontece, insere-se num contexto, e é no âmbito desse contexto que cada acto ou facto deve ser analisado. Quero com isto dizer que as circunstâncias que rodearam a caricata cena do penalty cometido por Katsouranis não pode ser desinserida do recentíssimo antecedente protagonizado na Reboleira, exactamente 72 horas antes, aquando do penalty (?) redentor que permitiu ao mesmo Katsouranis e seus colegas continuarem na Taça da Liga...


Na Reboleira, o Sr.Gomes, perante o sinal do bandeirinha Lima assinalou um penalty que não era, e que ele próprio, Gomes, pelo excelente posicionamento em que se encontrava, não viu (tanto assim que acabava de assinalar um falta contra o Benfica cometida na mesma área visual do pretenso penalty)... Porém, perante a indicação que recebeu do Sr. Lima, via intercomunicador, aceita o que este lhe diz (atenção, eles agora falam uns com os outros !!!), interrompe o jogo, e ao fazê-lo, porque já sabe que lhe foi dada indicação de penalty, dá a sua concordância ao conteúdo da mensagem do Lima, e o jogo recomeça com a marcação do penalty.
Se entendesse não seguir a indicação do seu fiscal de linha, o jogo prosseguiria normalmente sem que esta indicação tivesse qualquer relevância, já que o árbitro é quem decide !

Mas na Luz a música foi outra...
Tal como na Reboleira, o fiscal de linha comunica ao árbitro Henriques que há penalty cometido por Katsouranis (atentem no depoimento do nosso capitão), o árbitro interrompe o jogo já sabendo que a indicação é a de penalty (repito, atenção, eles agora falam uns com os outros !!!), mas...mas... o jogo reata-se com uma bola ao solo !!!! Se calhar foi porque o fiscal de linha se chamava Gabínio Evaristo...
Mas que é isto ?????????
O Sr. árbitro, já sabendo que o fiscal de linha lhe deu sinal de penalty (atenção, eles agora falam uns com os outros !!!), das duas uma – ou discorda ( e está no seu direito, já que é ele que, em última instância, decide) e, nesse caso, pura e simplesmente, não interrompe o jogo e este prossegue normalmente, ou, se o interrompe, é para sancionar a indicação que o fiscal de linha lhe transmitiu, e que ele, antes de apitar, já conhece, marcando, portanto, o penalty que lhe foi indicado!
Ao converter o penalty em bola ao solo, o Sr. Henriques INVENTOU uma nova regra até aqui inexistente! ( ou então o Gabínio, entre o momento em que disse a João Moutinho que assinalara penalty e o momento em que falou com árbitro, mudou de opinião...)

Já não bastava considerar “atraso para o guarda-redes” qualquer corte para trás, agora transformam-se penalties em bola ao solo...
De facto, muito fecunda e criativa está a ser a nossa arbitragem !

Na realidade, o nosso Paulo Bento só tem razão quando diz que os árbitros e quem os dirige são os que mais desprestigiam o futebol português !

Falou o conselheiro Acácio...

O mundo lampião prossegue os seus esforços para encobrir a vergonha da Reboleira. Hoje, foi a vez vir a terreiro o loquaz Seara, afirmando que tem a convicção generalizada de que a bola bateu na cabeça, mas não pode assegurar. Esta da convicção generalizada é digna do conselheiro Acácio...

No rescaldo do derby

Em tempos já muito idos, o Porto, assim que passava a ponte, já estava a perder os jogos que tinha de vir disputar a Lisboa com o Benfica ou com o SPORTING. Numa fase posterior, passámos a ser nós a dar ideia de entrar em campo já derrotados, nas partidas com os principais rivais. Felizmente que, de 95 para cá, não obstante os erros cometidos e os revezes sofridos, o SPORTING afastou esse espectro de subalternização. Conseguiu até tomar a dianteira em relação ao Benfica, mesmo quando, e tem sido o caso nas últimas épocas, dispõe de um orçamento consideravelmente inferior. Sob a batuta de Paulo Bento, e com a estabilidade directiva que foi possível alcançar após a saída do dr. Dias da Cunha, o SPORTING reforçou esta tendência. Hoje, não temos complexos de inferioridade nem pressentimentos trágicos. Jogamos olhos nos olhos seja com quem for e em qualquer campo, confiantes no nosso valor. O derby de ontem representou uma nova prova desta nossa capacidade. Mais importante do que o resultado ou as piratarias da arbitragem é esta força interior que a equipa evidencia. As camisolas também jogam. E a nossa, tão linda, cada vez robustece mais os nossos e faz tremer os adversários.

sábado, setembro 29, 2007

Eu já suspeitava...

Ainda a Amadora. O treinador do Benfica veio agora dizer que, depois de ver o lance na televisão, continua sem saber se foi penalty. Eu já suspeitava que o tipo era parvo, não sabia é que era tanto...

sexta-feira, setembro 28, 2007

Alucinações...

No dia seguinte à escandaleira da Amadora, o sempre efervescente mundo lampião agitou-se.
A conhecida autora de guiões cinematográficos, Leonor Pinhão, convertida numa espécie de Padre Américo das meninas, explicou ao mundo a verdadeira justificação do penalty assinalado na Reboleira. Na sua crónica no ex-jornal "A Bola", a amiga de Carolina defendeu que o árbitro só quis prejudicar o Benfica. Segundo essa Rumsfeld do neo-benfiquismo, ao roubar o Estrela, o sr. Gomes mais não pretendeu do que criar as condições para que o Benfica, coitadinho, fosse prejudicado amanhã à noite no jogo com o SPORTING, logo esse infame clube, conhecido por ser sempre beneficiado pelas arbitragens. Perante esta extraordinária teoria da conspiração, e como amigo da Leonor Pinhão, fiquei a pensar a que estado de alucinação é preciso chegar para se escrever isto sem ser a brincar e para fazer de prosas destas um modo de vida.
Mas, para espanto meu, o árbitro parece dar razão a tal peregrina tese. À noite, ao voltar a casa, ouvi na rádio que o sr. Duarte Gomes, reconhecendo o erro, pedira desculpa a ambas as equipas. Notável. O Benfica é escandalosamente beneficiado e o árbitro ainda lhe pede desculpa! Não, não é só a Leonor Pinhão que está alucinada...

quinta-feira, setembro 27, 2007

A GRALHA ...

No quarto parágrafo da coluna esquerda da última página do jornal Record de hoje pode ler-se o seguinte:

“O BENFICA SÓ NÃO FOI ELIMINADO DA TAÇA DA LIGA PORQUE O ÁRBITRO DUARTE GOMES E O SEU “ASSISTENTE” JOSE LIMA COMETERAM UM ERRO DO ARCO-DA-VELHA. ESTES DOIS SENHORES DEVERIAM PEDIR DESCULPA AOS ADEPTOS DO FUTEBOL E FICAREM TODA A TEMPORADA SEM DIRIGIR QUALQUER JOGO. ISTO JÁ LÁ NÃO VAI COM CONVERSINHAS MANSAS E MEDIDAS SUPOSTAMENTE PROFILÁTICAS. UM ESCÂNDALO E UMA VERGONHA A FORMA COMO O BENFICA CHEGOU AO EMPATE. O DESCRÉDITO TOTAL”.

O inenarrável escarro brilhantinoso que assina a citada crónica deve estar furioso pela gralha editorial de verdade inserta no meio de tanta, e sequencial, diarreia mental.

A marca

O Benfica estreou-se em grande na Taça da Liga. Com os jogadores de campo a realizarem uma exibição miserável, que os conduziria a uma mais do que justa eliminação, foi um dos temíveis jogadores de fora a resolver o jogo ao cair do pano. O artista da bandeirola impôs ao paspalho do apito que apontasse um penalty ridículo, para gáudio dos defensores da regeneração do futebol português. Olha-se para o quadro dos apurados para a eliminatória seguinte e, a par de sete clubes que, com mais ou menos esforço e sofrimento, conquistaram o seu lugar, lá está o penetra aldrabão. A Taça da Liga já tem a marca do Benfica. A marca da batota.

Chega!

Uma vitória suada mas justa em Guimarães. Uma atitude em campo à leão. A necessidade de uma recuperação eficaz para o embate de sábado, e de terça-feira. E a coragem de continuar a resistir contra diversas e sinuosas correntes. Incluindo facciosos repórteres (?) que apenas exultam quando o Sporting perde, sofre, fica derrotado. "PROVAVELMENTE, o Sporting teve as melhores oportunidades durante a primeira parte", "terá ficado um penalti por marcar", e aí por diante. Um tendencioso massacre durante mais de hora de meia. Chega! Vou seguir o exemplo de vários amigos e desligar o som da televisão. Para não desligar todo o aparelho, e de vez.
Saudações leoninas.

segunda-feira, setembro 24, 2007

Semana de tripla

Não foi, de facto, famoso o jogo de ontem à noite. É justo, no entanto, salientar que a equipa revelou, uma vez mais, capacidade de reacção à adversidade. É sinal de saúde psicológica.
Agora, Guimarães, quarta à noite (20.45). O NQAmigo PB alterou a reunião que tinha. Por isso, a partir das 19,00 horas, NQAmigo Ma-Geu Sem Limites e... Portela XXI!
É semana de tripla: vitória em Guimarães, na estriqueira e em Kiev!

domingo, setembro 23, 2007

PEDRO ALPIARÇA (1959-2007)

QUERIDO AMIGO PEDRO ALPIARÇA, PEDRO "ALPIÇO" COMO TERNAMENTE LHE CHAMÁVAMOS, AQUI TE DEIXO A MINHA SINCERA HOMENAGEM E CRÊ QUE NUNCA FICARÁS SÓ, OS TEUS AMIGOS E AMIGAS SEMPRE RECORDARÃO O TEU TALENTO, A TUA DISPONIBILIDADE, A TUA CUMPLICIDADE. ATÉ SEMPRE, COMPANHEIRO!

Convocatória

Operação Vitória de Setúbal: concentração às 18,00 horas, na Nova Lisboa. Esperemos, antes de rumar ao NQEstádio, ouvir boas notícias de Braga e de Paços de Ferreira...

sábado, setembro 22, 2007

Carácter

Muito curiosas as afirmações de ontem de Mourinho a propósito do murro de Scolari a Dragutinovic no final do Portugal-Sérvia. Segundo o endeusado ex-treinador do Chelsea, o seleccionador nacional foi mal assessorado e só assim se explicam as declarações produzidas na entrevista rápida e na conferência de imprensa, logo a seguir ao jogo. Que as patéticas declarações de Scolari, negando o que a televisão tinha mostrado, foram tão lamentáveis quanto o seu gesto, não há dúvida nenhuma. Só é pena que ninguém tenha falado a Mourinho no caso da camisola rasgada a Rui Jorge. Achará ele que nessa noite foi bem assessorado pelos responsáveis do Porto? Que fez muito bem em ter negado o que efectivamente cometeu? Ao falar de um incidente passado com um colega de profissão, ocorrido por sinal no mesmo Estádio, e em que a única diferença consistiu em, desta vez, a câmara da televisão ter estado lá, teria sido a altura própria de Mourinho, se quisesse ser de facto "the special one", se retractar do seu acto e pedir desculpa a Rui Jorge e ao SPORTING. Bom treinador será - quanto ao carácter, estamos conversados.

Esperança

Já com algum distanciamento, já depois de digeridos excelentes petiscos em companhia de bons e "velhos" amigos, já depois de quase esquecida (mais uma...) injusta derrota, agora com o todo-poderoso M. United, já mesmo depois de passado o momento em que um talento formado nas escolas do nosso Sporting nos vergou, apesar do seu gesto único de reconhecimento, é tempo de seguir em frente. E ficou comprovado que o NQC tem estofo para todos os grandes desafios que se avizinham. Com uma equipa assim, com uma massa associativa assim, com um espírito assim, mantém-se a esperança. Forjada pelo esforço, dedicação, devoção e glória. Em frente, NQC!

sexta-feira, setembro 21, 2007

A UEFA ceguinha...

Não quero terminar a semana sem deixar aqui nota do estado miserável a que chegou a arbitragem portuguesa, sob a batuta desse sinistro figurão chamado Vítor Pereira.
Depois do escândalo da Amadora, com mudança de leis do jogo à mistura, ainda se atreveram a multar o nosso jogador Abel. O sr. Pereira provocador, se tivesse vergonha, demitia-se de imediato e devia ser obrigado a pagar ao SPORTING os cinquenta euros da multa.
Não satisfeito, ainda achou que era o momento próprio para lançar uma campanha por um árbitro português na fase final do Euro-2008 - nem mais nem menos do que o famigerado Olegário!
De que tal personagem seria um representante perfeito do estado a que chegou a arbitragem portuguesa, ninguém duvida. Agora ir à Áustria e à Suiça, só se a UEFA estiver ceguinha...

quinta-feira, setembro 20, 2007

Pioneiros

Nestes anos todos que levo de futebol, já tinha visto muitas vezes jogadores não comemorarem golos marcados a antigas equipas. Agora esta de pedir desculpa, de mãos juntas e erguidas aos sócios, nunca tinha visto. Só a grandeza do SPORTING foi capaz de levar o melhor jogador do mundo a tão nobre gesto.
Mais uma em que somos pioneiros!...

quarta-feira, setembro 19, 2007

(Ao som d'A Internacional)

Neste dia muito especial, um grande abraço ao nosso camarada PC(R).

NO COMMENTS...


"....Espero ser bem recebido, o que não aconteceu na Luz, mas o Sporting tem uma cultura diferente da do Benfica."
Palavras de Cristiano Ronaldo, reproduzidas na página 26 do Jornal "O Jogo", de hoje, dia 19.9.2007

segunda-feira, setembro 17, 2007

1964 e 2003

A apenas 48 horas do grande jogo com o Manchester United e do aniversário do NQAmigo PCR, confirma-se a convocatória para o Nortenho, a partir das 14,30 horas. A cozinha vai funcionar toda a tarde, saciando os leões à medida a que forem chegando.
Força, rapazes! Vamos repetir 1964 e 2003!

Unidade sportinguista

O Presidente sublinhou ontem a coesão interna do Clube e da SAD. Como tenho muitas vezes dito, o SPORTING é hoje um clube a uma só voz e em que todos trabalham para um objectivo comum. Esta é, não duvidemos, uma condição essencial para as vitórias com que todos sonhamos.

OS "PEREIRAS"


Quando se vêm e revêm as imagens do lance ocorrido aos 44 minutos do jogo que o SPORTING disputou na Reboleira contra o Estrela da Amadora, a primeira reacção é a de ficar sem reacção perante o absurdo da decisão do tal Pereira, lá de cima de Viana do Castelo... Como é possível escamotear uma grande penalidade e, do mesmo passo, converter em simulação um paquidérmico abalroamento????? É tudo tão evidente, que só pode haver uma explicação – o homem é avesso a marcar penalties e, à cautela, leva tudo à conta de simulações...é que a ele ninguém o engana... - ah "ganda Pereira", a ti ninguém te vira !!!! E esta tese – a de ser avesso a grandes penalidades - confirmou-se ao minuto 66 com o mesmo jogador do Estrela (Maurício) a fazer penalty sobre Vukcevic e o Pereira, mais uma vez, a não marcar... enfim, coerente consigo próprio !

Porém, já quase ao caír do pano, a dúvida assaltou-me, mas no que respeita às simulações – é que aos 88 minutos, Cardoso, jogador do Estrela simula grosseiramente uma inexistente falta de João Moutinho, ao que eu pensei – "Cardoso, já te lixaste ! O Pereira vai-te "amarelar" e como é o segundo, vais mais cedo para a banhoca !" Mas não... o Pereira, desta vez, "baldou-se" e o Cardoso lá continuou em campo. Afinal, o fulano apresentava fissuras na sua coerência... o que é mau ! Mas, pronto, ficávamo-nos apenas pela aversão do "artista" à marcação de penalties...

Mas....
Nestas coisas, o pior é a memória !
E, eis que recordo o dia 9 de Janeiro deste ano (só passaram oito mesitos...), em que, em pleno Estádio do Dragão, o Atlético elimina o FCPorto da Taça de Portugal por 0-1...Feito heróico dos bravos da lisboeta Alcântara ! Pormenor pertinente: este jogo foi também apitado pelo Pereira de Viana, que aos 95 minutos, sim aos 95 minutos, mais concretamente no último minuto dos 5 que deu de compensação marcou uma grande penalidade contra o Atlético, que o Quaresma se encarregou de falhar !
Resta acrescentar que alguma imprensa considerou a falta duvidosa... mas, de momento não é isto que está em causa...

O que me baralha é ficar sem saber o que leva o Pereira a marcar um penalty aos 95 minutos dum jogo a eliminar – se calhar até terá sido mesmo penalty – e a não marcar neste Estrela-SPORTING dois, repito, dois penalties que parece que só ele não viu, sobretudo o primeiro... oh Pereira, diz lá à malta o que te faz correr de apito na boca...

Confesso que só neste tom brejeiro sou capaz de abordar o escândalo que se passou ontem na Amadora ! A falar a sério muitas palavras feias teria que escrever....

Mal vai a arbitragem enquanto pontificarem os pereiras (este e outros....) !!!!

quinta-feira, setembro 13, 2007

A crise

É verdade que o jogador sérvio estava fora de jogo quando a sua equipa empatou, mesmo que o esférico tenha tabelado num defesa da casa. É verdade que Portugal poderia com o segundo golo ter resolvido o encontro. Mas também é verdade que a segunda parte foi demasiado medíocre, perante um adversário que sabe jogar à bola... E também é verdade que no final do jogo o sr. Scolari tentou agredir, ou agrediu, um jogador sérvio. Como diria um saudoso amigo, "O Povo Não Anda Bom...". O povo e também algumas supostas elites, neste caso do mundo do futebol. Na conferência de imprensa, a desajeitada e arrogante tentativa de desmentir uma evidência contribuiu para piorar um cenário já demasiado cinzento. Para onde caminha tudo isto?

quarta-feira, setembro 12, 2007

Francamente

Francamente, já não consegui reproduzir o pequeno texto que escrevi em jeito de comentário ao repto do "velho" e QA JHS e, por esforço, fui por fim remetido para este mais visível, e aparente, espelho mediático. Mas o essencial aqui fica, espero. Francamente, das poucas coisas que nos restam nesta "breve e ridícula comédia" como diria um poeta andalus, é a sensação da cumplicidade, tão arredada nestes tempos dificeis. Terei todo o gosto em compartilhar com os meus queridos amigos essa jornada de destinos. As mulheres que aguardem entretanto pelas minhas, pelas nossas, carícias, e nós pelas suas incontroláveis subtilezas.
Já hoje, a perigosa e ainda ostracizada Sérvia. Dentro de uma semana, a "equipa maravilha" do grande poder económico e financeiro. Vamos a eles. Que o Cristiano e o Nani não se atrevam, posteriormente, a emitir anúnicos publicitários roídos pelo falso pecado. Podemos ganhar ao Manchester se formos verdadeiros. Seria das melhores prendas que jamais recebi, que jamais recebemos. Verdad? Saludos!

terça-feira, setembro 11, 2007

Cachim!! - Com a benção do Dr. Spin, claro!

Já ouviram?!
- O NQSPORTING já tem acordo com a CML acerca de parte dos terrenos. 24 milhões e tal de Euros já podem ser recuperados - CaCHIM!!! Os outros 24 ficam para mais tarde.
O NQDrSpin merece os parabéns!!

19 de Setembro

Quis o destino que o sensacional SPORTING-Manchester United calhe no dia do aniversário de um dos blogueiros deste NQC71 - o NQAmigo PCR, guardião máximo da memória leonina, defensor do mais puro e ancestral sportinguismo.
A coincidência de tão importante jogo com a data em que o Pedro se coloca na mesma situação do célebre homem da bandeira (ambos à espera do 50...) justifica amplamente um festejo redobrado. Será que o aniversariante pode almoçar com o NQC71? E será que os mais atarefados se poderão libertar dos seus compromissos a tempo de um almoço? Poderíamos marcar para as 14,00 ou 14,30, prolongando o "estágio" pela tarde, pelo menos até o NQAmigo dm começar a insistir em ir ver o aquecimento da equipa... Quanto ao local, proponho um regresso ao NQAmigo Galito.
Estão de acordo?

segunda-feira, setembro 10, 2007

Tomem nota

Rabiu Ibrahim. O jovem que fomos contratar à Nigéria é campeão do mundo de sub-17! Nos próximos dias, chega a Lisboa para integrar a nossa equipa de juniores. Desde já proponho excursão NQC71 ao primeiro jogo que fizer!

Grande alcateia!

Confesso que cheguei a esta idade sem nunca ter olhado devidamente para o râguebi. Quando andava no liceu, altura em que começaram as transmissões televisivas dos jogos do Torneio das Cinco Nações, com comentários de Cordeiro do Vale, ainda olhei de soslaio para algumas partidas. Mais tarde, o Zé Machado, velho companheirão e amigo dos tempos da faculdade, tentou-me convencer, vejam lá bem, a ser... árbitro de râguebi! Creio que ainda tenho um caderninho amarelecido com as leis do jogo, certamente já muito desactualizado, e que, reconheço, nunca abri. Nem de uma nem de outra vez me deixei tentar pelo jogo da bola oval, entregue que sempre estive ao futebolzinho nosso de cada dia e ao ciclismo amado do meu coração.
Como no meu tempo o SPORTING já não praticava a modalidade e não me lembro de alguma vez ter visto jogar a selecção, nunca tinha assistido a uma partida de râguebi a puxar por um dos lados. Até ontem. Sensível à proeza da qualificação para o Mundial, decidi não perder o Portugal-Escócia, jogo de abertura da nossa participação na prova. E hoje, devo dizer-vos, já sou adepto do râguebi!
Devo-o, em primeiro lugar, ao que se passou ainda antes do início da partida. O extraordinário arrebatamento com que os nossos jogadores cantaram o hino nacional comoveu-me profundamente. Senti, naquele preciso momento, que tinha passado a ser do râguebi! E, com efeito, pouco depois, ali estava eu aos saltos e aos gritos, mesmo sem saber o nome dos jogadores. A excitação atingiu o auge nas alturas em que aquela espécie de gazela oxigenada que joga pela Escócia insistia em passar, com um sorriso irritante, pela nossa defesa (suponho que se diz linhas atrasadas...). Nessas alturas, vi-me a placar uma almofada, como se assim ajudasse a deter tão indesejável criatura. Mais uma vez, confirmei que o desporto é para viver com paixão - o que, antes, sempre me parecera um pouco arrastado e monótono, senti agora como verdadeiramente empolgante.
O meu comentário, por ser de um ignorante, não vale nada - mas a verdade é que acho que jogámos muito bem. Pela minha parte, nunca mais perco um jogo dos lobos - alcateia que é, como se sabe, dirigida pelo NQProf. Tomaz Morais!

sábado, setembro 08, 2007

Parabéns, Sr. Capitão!

Se me permitem, queria, em nome do NQC71, enviar os parabéns ao NQJoão Moutinho, que completa hoje 21 anos. Parabéns, muitas felicidades e que continues a contribuir de forma brilhante para as vitórias do nosso Sporting é aquilo que desejamos.

SORTEIO ????


Sobre as regras que presidem ao sorteio da Taça da Liga, apenas um breve comentário - tratando-se duma prova em que apenas participam os clubes da Liga Profissional, portanto, clubes todos eles profissionais, não se entende o "protecionismo" aos mais "fraquinhos", concedendo-lhes, à partida, a vantagem de não arriscarem jogar fora. Sendo clubes profissionais e participando na Liga em pé de igualdade com todos os outros, deveriam sujeitar-se aos desígnios dum sorteio, sem vantagens previamente definidas.
Nem na Taça de Portugal, onde participam as equipas de todos os escalões da Federação Portuguesa de Futebol, algumas delas amadoras, se verifica tão bizarra discriminação...




O velho tumba

O grande jornalista que foi Vítor Santos (ai que saudades, ai, ai, daquela "A Bola"...) chamava ao SPORTING o velho tumba dos sorteios. De facto, esta "habilidade" de levar sempre com a fava já vem de longe.
Ocorre-me isto a propósito do sorteio de ontem da Taça da Liga. Entre os oito adversários possíveis, o Guimarães era, à partida, o mais temível. Não custa adivinhar com quem levámos, pois não?
Entretanto, ao inimigo saiu-lhe a Amadora e ao Porto do dentuças do sr. Jesualdo o Fátima.
Ah, grande tumba dos sorteios, estás sempre em forma!...

quarta-feira, setembro 05, 2007

ESCLARECIMENTO QUE NÃO ESCLARECE



O propalado anúncio de que a Comissão de Arbitragem iria emitir um comunicado esclarecedor sobre os lances duvidosos dos jogos Porto-SPORTING e SPORTING-Belenenses gerou naturais expectativas, mas o dito comunicado não só nada adianta quanto a uma clara conclusão final, como, entretanto, escamoteia o dado mais essencial do problema, e quanto a nós, determinante.
Ora vejamos.

1. De, facto, em termos de conclusão final, nada se esclarece.
Conclui a dita Comissão no seu comunicado, e cito, “que, ao contrário do que foi veiculado em diversos meios de informação, se um defensor efectua um pontapé que leve a bola no sentido da linha de baliza, seja esse pontapé um corte ou um passe, pode ser punido com pontapé-livre indirecto, no caso de o guarda-redes tocar a bola com as mãos.”
Ora o que o que se queria ver esclarecido era se nos casos concretos em causa tinha ou não sido, de facto, livre indirecto. Ao dizer-se que “pode”, obviamente que tudo é deixado, em última análise, para o critério do árbitro.
Mas isso já se sabia... quer dizer, ficámos na mesma....

2. Entretanto, escamoteia-se o dado mais essencial e, quanto a nós, determinante, isto é a base de qual deve ser o critério do árbitro para poder marcar ou não o livre indirecto.
No arrazoado que antecede a referida conclusão, citam-se a lei 12 do livro das Leis do Jogo editado pela FIFA, bem como uma alteração aprovada na reunião anual realizada em Newport, País de Gales, em 31.5.1992.
Ora a conceptualização da referida lei 12 assenta claramente no conceito de “...passe atirado deliberadamente...”; a citada alteração, por sua vez, esclarece que “cada vez que um jogador atira deliberadamente a bola em direcção ao guarda-redes da sua equipa...”
Na conclusão do dito esclarecimento da Comissão de Arbitragem, nem uma palavra sobre a necessidade deste comportamento ser "deliberado” para se poder estar perante uma falta a sancionar com o tal livre indirecto... Pura e simplesmente, escamoteia-se este dado, que afinal é básico para fundamentar a opção sancionatória prevista, isto é, o tal livre indirecto.
É mais do que evidente que o espírito da lei tem em vista sancionar passes deliberados para o guarda-redes ! E o que depende do critério do árbitro é julgar se a bola é ou não atirada deliberadamente para o guarda-redes!

Portanto, vir concluir, nos casos em análise, que o árbitro pode marcar um livre indirecto, mas calar que só o pode fazer se considerar que a bola foi atirada deliberadamente para o guarda redes é manhoso e só serve para baralhar !

Assim sendo, parecendo-me que Polga não atirou deliberadamente a bola para o seu guarda-redes, o Sr. Proença, em minha opinião, julgou mal, errou !
Por outro lado, também me parecendo que o jogador do Beleneses não atirou a bola deliberadamente para Costinha, o Sr. Xistra, em minha opinião ajuizou bem !

A Comissão de Arbitragem, essa é que nos deixou na mesma, porque fugiu ao dado essencial da questão...se calhar, deliberadamente...

terça-feira, setembro 04, 2007

PROVOCAÇÃO...MAIS UMA !



Entendi esperar pela análise que a comunicação social iria fazer ao lance ocorrido aos 9 minutos da 2ª parte do SPORTING-Beleneses.
Decorridas que foram 48 horas sobre o jogo, verifica-se a unanimidade em considerar indiscutível o penalty assinalado contra o Belenenses por falta de Costinha sobre Liedson. Não vi nem um só dos seus órgãos questionar a justeza deste julgamento do árbitro. Aliás, se a visualização do lance “in loco” não tinha deixado dúvidas, a análise das imagens televisivas dissipa claramente qualquer hesitação que pudesse subsistir em mentes mais ou menos perversas.

Mas há “gajada” para tudo...
...E eis que do coro unânime de opiniões pula aquele a quem o NQCEM, e com toda a propriedade, chama de “Piolhoso Extra”. O homenzinho, lá do emaranhado dos seus pêlos encharcados de gel, bolsou provocatoriamente qualquer coisa como isto – Não era penalty e a falta só tinha sido assinalada para compensar o SPORTING do erro que o Sr. Proença tinha cometido uma semana antes ao assinalar o célebre livre indirecto de que resultou o golo do FCPorto !!! Era o “Xistrema”... Francamente !
Meus caros, a honestidade intelectual duma “coisa” destas está à vista !
Tal “escarro” não mereceria a perda de um só segundo de tempo a qualquer cidadão de bem, não fora, tentando minimizar a vitória do NQCLUBE, ser mais uma peça da óbvia campanha deste cavalheiro contra o SPORTING e, contra Paulo Bento em particular.
Senão vejamos:

1. Após o jogo no Estádio do Dragão, não perdeu tempo em tentar “minar” o relacionamento do NQTREINADOR com o plantel, reincidindo dias depois com o desplante de escrever no jornal Record que “Paulo Bento tinha sido lesto em crucificar Stojkovich”, como se Paulo Bento não tivesse explicado à saciedade e para quem o quis perceber, o significado da sua postura ! Ele é que nem a percebeu...

2. De há muito que o dito cujo vem escrevendo que Paulo Bento só sabe jogar no losango e dali não saí. Pois, só é pena que a criatura não saiba analisar um jogo de futebol, ou então, pior ainda, até sabe mas deturpa ou cala-se, intencionalmente... Terá ele percebido, por exemplo, a alteração introduzida no SPORTING, aos 66 minutos, no jogo com o Belenenses ??? Com a arrojada substituição de Tonel e Izmailov por Yannick Djaló e Purovic, ficando apenas um central em campo (claro que adversdário jogava com 10 e... havia o "imperador" Polga !), Paulo Bento abdicou do losango e o SPORTING passou a jogar numa fórmula de “ataque total” de 3-2-5 e com os laterais a pressionarem nas alas !!!! Ainda esperei que o fulano sacasse das suas fichinhas e explicasse qualquer coisinha... mas nada... o objectivo deste silêncio era claro ! E se em vez de fichas lhe atirássemos amendoins para ele explicar a táctica, isso não resultava... é que ele comia os amendoins... (Paulo Bento dixit).

Termino questionando a SIC e quem manda lá na empresa, sobre se não se aperceberam ainda que indivíduos destes, além de já enxotados de outros sítios, só desprestigiam a instituição em que actuam, pois que a generalidade dos telespectadores, para lá das suas opções e conveniências clubísticas, tem cabeça para analisar o que ouve e julgar quem intervém ?????